Skip links

Como avaliar o desempenho home office da equipe?

Recentemente falamos aqui no blog sobre como a Era Digital transformou as relações de trabalho. Uma dessas mudanças foi o local onde as pessoas exercem suas atividades, muitas empresas, em especial as start-ups passaram a adotar o Home Office ou trabalho remoto, horário flexível e reuniões on-line. E, cada vez mais as grandes e tradicionais empresas são pressionadas pelo mercado e por seus colaboradores a aderirem a prática, seja como modelo de contratação ou adesão de por alguns dias da semana.

Home Office e produtividade

De acordo com dados do IBGE, Mais de 4 milhões de brasileiros exercem funções com trabalho remoto, somando 5% dos trabalhadores do país. Um dos maiores ganhos de um programa de trabalho remoto é o aumento nos índices de rendimento das pessoas que trabalham em casa. Várias pesquisas demonstram que estes coeficientes de produtividade são causados pelo aumento na motivação dos colaboradores que trabalham home office e na redução das interrupções no trabalho¹.

Avaliação de desempenho no Home Office

O Home Office exige que as empresas desenvolvam formas de acompanhar e mensurar o desempenho da equipe e também de auxiliar no processo de desenvolvimento dos colaboradores. E é justamente na hora de acompanhar e medir a produtividade que muitas empresas enfrentam dificuldades. 

Isso acontece porque a maioria delas está tentando acompanhar o serviço da equipe home office de forma tradicional, contabilizando o tempo de trabalho. No entanto, o mais indicado é que sejam pré-estabelecidas tarefas e prazos para o seu cumprimento. Assim, é muito mais fácil analisar cada uma das tarefas, acompanhar o seu andamento, além de estar sempre por dentro do prazo de entregas.

Hoje, o mercado oferece diversas plataformas que auxiliam na gestão de equipes a distância. Cabe a cada empresa analisar e escolher quais ferramentas atendem as suas necessidades e as levarão além do simples acompanhamento de produtividade. Algumas possíveis soluções são:

  • Avaliações Psicométricas: Avaliações psicométricas também podem ser usadas para medir e auxiliar no rendimento de equipes de trabalho. Quanto mais um gestor conhecer o seu time e o próprio colaboradores conhece a si mesmo, mais chances essa relação terá de ser bem-sucedida. Existem diversas ferramentas disponíveis que medem diferentes traços. Desde avaliação comportamental, cognitiva, emocional, personalidade, até testes de aptidão, 360 e engajamento profissional.
  • Plano de Desenvolvimento Individual (PDI): O PDI pode ser uma excelente forma de fazer o colaborador se comprometer com as metas da empresa. Nessa metodologia o líder, junto com seu colaborador, traça metas focadas no desenvolvimento da carreira do colaborador e atrela elas as metas institucionais. Podem ser definidos PDI’s específicos para momentos de crise e Home Office.
  • Team Building: Workshops de team building são ideais para integrar e melhorar relacionamentos entre membros de equipes. Eles alinham e reforçam temas como cultura, DNA e estratégia de forma personalizada para cada empresa, além de fazer com que os colaboradores interajam entre si como se estivessem em um ambiente físico, porém remotamente.
  • Team Coaching e Coaching Executivo: Mostrar para a equipe que a empresa se interessa por seu desenvolvimento e está disposta a investir tempo e dinheiro nesse aspecto é um excelente motivador. Aproveite a flexibilidade que o Home Office proporciona para oferecer treinamentos e cursos online.

Se você tem interesse em aplica essas soluções em sua empresa, A FESA Group pode auxiliar nesse processo através das nossas divisões FESA Adivisory, braço de consultoria estratégia, e FESA XFour, ecossistema de HR Techs e tecnologias ligadas a RH. 

Como gerir uma equipe à distância?

Segundo Barbara Toth, Managing Partner da FESA Group, para manter a conexão das equipes, os líderes e empresas podem implementar uma técnica chamada Daily Huddle, que era usada por gestores como Rockefeller e Steve Jobs, por exemplo. A idéia é: manter um relacionamento diário por meio de um ponto de controle usando 3 itens da agenda para as equipes de gerenciamento em uma reunião.

Técnica Daily Huddle para gestão de equipes

Outra dica que a especialista traz para líderes é mapear os trabalhos e tarefas que precisam ser realizadas e reforçar o acompanhamento, não só da execução, mas, principalmente, do cenário que envolve a equipe, dessa forma será possível notar com antecedência mudanças inesperadas de trabalho para melhorar processos e até mesmo reconhecer aqueles membros da equipe que demonstram maior prontidão.

Também é papel do líder promover a cultura do trabalho remoto, além do indivíduo, com foco na melhoria da cultura organizacional por meio dessa nova maneira de trabalhar. Para isso, pratique “Liderança em Rede” como uma habilidade de gerenciamento de pessoas na era digital e seja o maior exemplo da sua equipe.

 

Quer saber mais sobre como a Fesa Group pode te ajudar? Entre em contato com a gente:





Conheça nossas marcas

Leave a comment