Skip links

Mais do que salário: Quais são benefícios que impactam positivamente o seu colaborador

Você sabia que a maior parte das pessoas passa cerca de metade das horas ativas da semana trabalhando? Pois é, por isso o clima organizacional e as políticas focadas em colaboradores são itens tão importantes na retenção de talentos e na satisfação dos funcionários, independente do nível de carreira.

Empregadores e líderes e RH experientes e preocupados com a retenção entendem a tensão que isso pode causar e tentam tornar a experiência de seus trabalhadores o mais gratificante possível. Afinal, uma equipe feliz significa maior produtividade, maior criatividade e menos rotatividade.

Há algum tempo atrás falamos aqui no Blog da FESA da sobre as tendências que todo profissional de RH deveria conhecer, uma delas é justamente sobre Employee Experience, uma metodologia de trabalho com foco no colaborador que vem se tornando cada vez mais sofisticada, com o uso da AI e da análise avançada de dados para garantir que ações realizadas sejam direcionadas para resultados que causam os maiores impactos em engajamento dos funcionários.

Como manter seu colaborador engajado?

Já sabemos que o que é oferecido além do salário pode ajudar muito nos esforços de recrutamento e seleção. O complemento de benefícios pode fazer a diferença entre seus melhores candidatos ingressarem em sua equipe ou num concorrente.

Mas e quando o colaborador já faz parte da organização? Hoje para ser competitivo, não basta oferecer os benefícios comuns do mercado como Vale refeição ou Vale transporte, é preciso conhecer o seu colaborador e olhar para a necessidade dele. As perguntas que as empresas e líderes de RH precisam se fazer é “Como podemos tornar a vida do nosso colaborador mais fácil através do que oferecemos como benefícios”.

Os 5 benefícios que você precisa começar a oferecer:

Existe ainda algumas tendências de mercado na área de benefícios que podem ser soluções criativas para sua empresa motivar os colaboradores.

  • Horários de trabalho flexíveis: Cada vez mais empresas permitem que os funcionários escolham seus próprios horários. Isso normalmente significa uma semana de trabalho comprimida (por exemplo, quatro dias de 10 horas) ou horário flexível, em que os funcionários podem escolher trabalhar, digamos, das 10h às 19h em vez de uma programação 8h às 17h.
  • Short Friday: Uma ótima maneira já utilizada a muito tempo por algumas empresas é encurtar a carga horária de trabalho nas sextas-feiras, possibilitando aos colaboradores aproveitarem melhor o início do fim de semana. Vale lembrar que essas horas devem ser compensadas nos outros dias da semana para cumprir com as leis trabalhistas de horário mínimo de trabalho semanal.
  • Licença parental estendida e remunerada: Os colaboradores desejam saber que ainda podem receber um salário e buscar objetivos profissionais enquanto cuidam de um filho recém-nascido ou recém-adotado. As empresas que oferecem licença remunerada para os novos pais provavelmente ganharão pontos com os candidatos e colaboradores com melhor desempenho e que sonham em construir uma família.
  • Descontos para funcionários: Todo tipo de parceria que a empresa pode fazer com o objetivo de fornecer descontos para o colaborador, é bem vinda! Sejam nos restaurantes locais próximos ao escritório, academias, transporte ou até mesmo compras dos próprios produtos e serviços que a companhia oferece ao mercado. As vantagens aqui são grandes, já que o seu colaborador será um consumidor dos seus próprios serviços e irá vivenciar na prática a experiência de ser um consumidor.
  • Folga voluntária: Esse privilégio dá aos funcionários que são voluntários em projetos sociais o direito a uma folga a cada período determinado. Como um bônus adicional para as empresas, esta oferta pode refletir fortemente na sua cultura corporativa e responsabilidade social.
  • Flexibilidade na escolha: Mais do que bons benefícios, como falamos acima, é preciso atender as necessidades do seu colaborador. Mas, como fazer isso em um time diverso ou numeroso? Uma boa dica é de optar por um cartão único de crédito, como o da Vee Benefícios, onde o empregador credita o valor dos benefícios oferecidos e o colaborador pode escolher onde investir. Falamos sobre a importância de flexibilizar os benefícios da sua empresa e quais são desafios e vantagens para a empresa que opta por esse tipo de beneficio, você pode conferir no link: https://fesagroup.com/a-importancia-de-flexibilizar-os-beneficios-na-sua-empresa/

 

Você quer saber mais como flexibilizar os benefícios e engajar os seus colaboradores? Entre em contato com a gente:





    Conheça nossas marcas:

    Leave a comment