Skip links

Confraternização na empresa: dicas para engajar e celebrar de forma segura

Fernanda Azzi, Head de RH e sócia da FESA Group, dá dicas de como encerrar o ano com propósito e responsabilidade

Dezembro é um mês de celebrações, de encerramento de ciclos e projetos, mas é preciso ficar atento aos cuidados indispensáveis para proteção da nossa saúde durante a pandemia. Ainda assim, a expectativa pela famosa festa de confraternização da empresa é grande.

“Acredito que a confraternização de final de ano, independentemente do tamanho da empresa, tem que estar alinhada com o momento. Não faz sentido uma empresa que já retornou os trabalhos no escritório propor uma confraternização 100% virtual. Da mesma forma que uma empresa que ainda está em home office não deve fazer uma confraternização presencial”, explica Fernanda Azzi, Head de Recursos Humanos e sócia da FESA Group.

No caso de uma confraternização presencial, uma dica é, caso haja equipes regionais, realizar encontros em grupos menores. Já em reuniões virtuais, a duração do evento deve ser observada. “Por mais dinâmico que seja, as pessoas já estão cansadas desse ambiente de vídeo conferências e a distração pode ser maior. Por isso seja objetivo e programe dinâmicas curtas com muita interação durante a confraternização”, reforça Azzi.

Engajar e preparar os times para 2022

Para as empresas que já retornaram os trabalhos presenciais, mesmo em modelo híbrido, uma celebração em agradecimento pela parceria nesses meses pode ser boa ideia para engajar o time.

“É como se fosse uma virada de página, com uma energia alta para começar o próximo ano. Construir uma confraternização que seja surpreendente em relação às atrações e que mantenha o frescor durante toda a festa. Afinal, as pessoas estão há quase dois anos sem um evento de confraternização e ter essa oportunidade pode impactar positivamente os colaboradores”, conta Fernanda.

E quais cuidados devem ser tomados em uma festa presencial?

Mesmo com as pessoas vacinadas, é importante pensar no espaço físico e na ventilação do local escolhido. “Sabemos que as pessoas gostam de ficar ao redor das ilhas de bar, então por que não colocar a ilha próximo a uma janela ou até mesmo em um espaço aberto? O mesmo vale para a pista de dança”, sugere Fernanda. Pedir um teste negativo para Covid-19 também contribui para deixar os colaboradores mais seguros.

Confira outras dicas para confraternizações presenciais

– Tenha uma boa estrutura de recepção para a chegada dos convidados, evitando formar filas e tumultos.

– Tenha uma equipe de limpeza de banheiros e copeiros com um número de profissionais maior do que o usual antes da pandemia.

“O importante é proporcionar um ambiente seguro para todos e mostrar que a empresa se preocupa com o bem-estar dos colaboradores e prestadores de serviços”, afirma a especialista em Recursos Humanos.

Dica bônus: Ouvir a opinião dos colaboradores é sinal de atenção e cuidado

Neste momento delicado de distanciamento social, as pessoas sentem uma maior necessidade de serem ouvidas, tendo assim a percepção de que estão sendo cuidadas. Uma enquete sobre a expectativa e o formato da confraternização é uma boa ideia.

“Se a empresa tem condições de atender a escolha dos colaboradores é sempre interessante. Mas é importante levar em consideração que nunca iremos agradar 100% dos colaboradores. Ouvir a maioria pode proporcionar um sentimento de satisfação que é contagiante”, lembra a especialista.

Quer saber mais sobre nossos serviços? Entre em contato com a gente:





    Conheça nossas marcas:

    Leave a comment